Fundos imobiliários: entenda como funcionam antes de começar a investir

Os  FIIs oferecem oportunidades de diversificar sua carteira e preservar sua rentabilidade. Quer conhecer mais detalhes em relação ao assunto? Então continue conosco e expanda seu conhecimento com os tópicos abaixo. Boa leitura!

Tempo de leitura: 5 minutos Compartilhar

Por: Trinus.Co

Se falarmos de uma maneira geral, o investimento em imóveis é bastante seguro, mas é necessário estudar e colher informações relevantes sobre o mercado a fim de tomar decisões inteligentes, como entender o  potencial de valorização da propriedade e a localidade em que ela se encontra.

De acordo com a Associação de Investidores Estrangeiros em Imóveis (Afire), o Brasil é um dos países mais rentáveis no campo dos mercados imobiliários do mundo. Engana-se quem acha que esse segmento dispõe de péssimas condições de investimento. Afinal, até em momentos de crises, o indivíduo consegue otimizar seu patrimônio por meio dele. E um dos caminhos, além de adquirir os imóveis diretamente, é investir em fundos de investimento imobiliários (FIIs).

Os  FIIs oferecem oportunidades de diversificar sua carteira e preservar sua rentabilidade. Quer conhecer mais detalhes em relação ao assunto? Então continue conosco e expanda seu conhecimento com os tópicos abaixo. Boa leitura!

O que são Fundos Imobiliários?

Trata-se de uma forma de investir em ativos do segmento imobiliário. Desse modo, os cotistas poderão participar de maneira indireta do mercado imobiliário ao viabilizar a construção de casas, galpões industriais, salas comerciais, shoppings e até propriedades rurais.

As cotas são divididas em comum acordo, sendo possível adquiri-las com um valor inferior a R$ 100 e ter um bom rendimento mensal. Aliado a isso, é bom lembrar que as FIIs recebem a fiscalização pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e os dividendos não sofrem a incidência do Imposto de Renda, na maioria dos casos. 

Todavia tais investidores precisam declará-los e respeitar o limite máximo de 25% e do mínimo de 10% de participação. 

Como eles funcionam?

Em suma, é um investimento em que os indivíduos adquirem através das cotas, pequenas partes de propriedades que integram a carteira do fundo, se tornando um dos “donos” daquele imóvel. Como o foco é totalmente no mercado imobiliário, as pessoas que participam das cotas precisam sempre ficar atentos às tendências, novidades e demais informações relacionadas ao segmento.

Por exemplo, a taxa Selic caiu este ano e atualmente está em 12,75%. De modo geral, essa queda simboliza ótimo momento para o crescimento de eventuais financiamentos imobiliários e do potencial de valorização da área. Portanto, é fundamental adquirir tais conhecimentos para aumentar seu capital.

Os FIIs são usados para comprar ativos imobiliários ou ajudar na manutenção dos tipos de propriedades que descrevemos anteriormente. Além dessa captação de recursos, essas cotas devem passar por um processo de negociação com a bolsa de valores. 

Tudo é feito com total transparência aos envolvidos, uma vez que todas as informações e regras são comunicadas de maneira clara e pública pelos gestores responsáveis, por isso é importante encontrar uma boa corretora para seus investimentos.

O Fundo Imobiliário é uma renda fixa ou variável?

No que lhe concerne, os fundos imobiliários são classificados como investimentos de renda variável e estão sujeitos a riscos de liquidez, vacância e de mercado. Por isso é importante diversificar os investimentos em FIIs e não alocar seus recursos  em um único ativo.

Essa diversificação traz benefícios ao indivíduo, uma vez que evita grandes perdas no montante da sua carteira e faz com que os investidores construam um ótimo potencial de lucro. Além disso, é essencial que o investidor sempre aja conforme seu perfil de investidor na intenção de continuar a atingir os objetivos traçados.

Quais são os tipos de Fundos Imobiliários?

  • Fundos imobiliários de tijolo: são FIIs que geram renda por meio do aluguel de escritórios, salas comerciais, galpões,  hotéis , centros de distribuição e shoppings. Além disso, é possível também investir em projetos de construção de propriedades e lucrar  com a venda das mesmas após elas serem concluídas;
  • Fundos imobiliários de papel: títulos de dívidas com foco no mercado imobiliário. Desse modo, os cotistas emprestam dinheiro e lucram por meio dos juros. Uma das modalidades são os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs);
  • Fundos de fundos: trata-se da compra de cotas de outros fundos imobiliários. Algumas podem estar disponíveis em bolsa, multimercados ou ações. Em suma, é um tipo de investimento essencial aos que desejam otimizar o tempo de gerenciamento da carteira de investimentos.

Como investir em Fundos Imobiliários?

Primeiramente é necessário pesquisar e optar por uma corretora de valores de sua confiança e abrir uma conta. Além disso, é essencial saber quais são os fundos imobiliários que oferecem a rentabilidade desejada, uma vez que todas passam por diferentes momentos e uma ajuda profissional nesse quesito pode ajudar a zelar pelo seu patrimônio.

Por meio desse auxílio você poderá escolher o melhor Fundo Imobiliário e avaliar se o valor das cotas é realmente justo para o retorno que você está buscando. Aliado a isso, sempre estude e fique atento aos riscos ao investir em FIIs.

Quais as principais vantagens dos FIIs?

Sem dúvidas, a geração de renda é uma das melhores vantagens trazidas pelos investimentos em fundos imobiliários. Ao passo que eles são uma ótima fonte de renda passiva e se o indivíduo souber se planejar devidamente poderá obter independência financeira. Todavia, é fundamental manter e otimizar os hábitos saudáveis com o seu dinheiro.

Além disso, o investidor também pode vender suas cotas, principalmente naquele momento em que elas apresentam uma expressiva valorização no mercado, e, consequentemente, valorizar o patrimônio. Aliado a isso, é possível contar com o apoio de gestores profissionais que administram as decisões de investimentos e buscam sempre maximizar o retorno sobre eles.

Qual o rendimento do Fundo Imobiliário?

De maneira geral, o rendimento tende a oscilar por conta da variação das cotas e pela composição da carteira do fundo. Portanto, ele é construído através de uma junção de fatores, por isso é importante conhecer onde está investindo e seguir de  acordo com o seu perfil. 

Há fundos que rentabilizam por meio dos juros de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) ou Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), outros, através de  aluguéis, por exemplo.

Conclusão : E como comprar Fundos Imobiliários?

Primeiramente é necessário ter uma conta em uma corretora de sua confiança. Consequentemente você poderá escolher os fundos imobiliários que se adequam às suas metas financeiras e comprar as cotas na plataforma sob um preço específico.

A corretora também fica encarregada no processo de compra e todos os informes ficarão disponíveis na sua carteira de investimentos. Viu como é fácil? Por isso, não perca tempo e faça seu planejamento para melhorar o seu patrimônio!

Conteúdos inéditos
no seu email

Assine nossa newsletter e saiba mais sobre o mercado financeiro, imobiliário, empreendedorismo, cultura corporativa e muito mais.

A Trinus.Co é uma holding que oferece serviços financeiros e imobiliários por meio de tecnologia para potencializar nossos parceiros. Mais que uma plataforma, somos um ecossistema inovador para o empreendedor imobiliário, o investidor, o corretor e o comprador de imóveis, onde cada um deles se conecta às soluções para sua jornada. Deste modo, nos tornamos a maior parceira do empreendedor imobiliário regional. São algumas das empresas integrantes da Holding Trinus Co ( 21.009.700/0001-17): SERV GESTAO IMOB LTDA (28.788.205/0001-00) atividades de consultoria em gestão empresarial, com ênfase em serviços para mercado imobiliário; TG CORE ASSET (13.194.316/0001-03), gestora de carteiras de valores mobiliários autorizada pela CVM através do ato declaratório nº 13.148, de 11 de julho de 2013; a TRINUS CAPITAL DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. (02.276.653/0001-23), uma distribuidora de títulos e valores mobiliários autorizada pelo BACEN; a TRINUS Sociedade de Crédito Direto S.A. (40.654.622/0001-58), sociedade de crédito direto devidamente autorizada pelo BACEN; e a SERV+ (28.788.205/0001-00), empresa de prestação de serviços financeiros e de governança imobiliária. Prezamos pelo atendimento regulatório e atuação ética, por isso, ressaltamos que as responsabilidades assumidas por cada uma das empresas da Trinus são distintas e inerentes às suas atividades, respeitando as licenças recebidas e as segregações físicas e lógicas necessárias. A Trinus.Co não comercializa nem distribui cotas de fundos de investimento ou qualquer outro valor mobiliário, atividade realizada pela Trinus DTVM, empresa autorizada e integrante do conglomerado. As informações contidas nesse site e nos sites das empresas referenciadas são de caráter exclusivamente informativo, para munir o investidor de informações para tomada de decisão de investimento. Portanto não constituem qualquer tipo de aconselhamento de investimentos, seja sobre fundos geridos por empresas relacionadas a Trinus.Co ou não, não devendo ser interpretado com essa finalidade.

Fale com a gente